PÁGINAS  
   ENQUETE  
Qual a sua preocupação com o meio ambiente?
Utiliza as lixeiras de coleta seletiva?
Tem o hábito de reciclar lixo diariamente?
Economiza energia?
Consome marcas ecologicamente corretas?


   PUBLICIDADE  
   ESTATISTICAS  
Total de Visitas: 6828690
 Online Agora: 23
Economia
Postada por:  Redação (Carmen Lúcia Marini Vieira Júlio),  em  30/04/2021 às 21h40
Compartilhar no Orkut Comentários ( 0 ) Comentar Link: Fonte
Agostinho Patrus cria programa para recuperação
da economia e assistência a famílias carentes
Recomeça Minas é aprovado em definitivo; além de apoiar setor produtivo, plano cria o Força Família para destinar R$ 600 a pessoas em extrema pobreza

30/04/2021 às 21h40

Fruto de amplos debates com os mais diversos representantes da sociedade e grande anseio da população mineira, o Recomeça Minas está definitivamente aprovado pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e pronto para entrar em vigor. O Projeto de Lei (PL) 2.442/21, que tem como primeiro signatário o presidente da ALMG, deputado Agostinho Patrus (PV), e conta com autoria coletiva dos demais 76 parlamentares, foi aprovado em segundo turno, nesta sexta-feira (30/4), e segue agora para sanção do Poder Executivo.

“Minas finalmente vai recomeçar. Aprovamos em definitivo o Recomeça Minas. Agora, quem gera emprego e quem precisa trabalhar terão o incentivo necessário para se reerguer e seguir em frente”, defendeu o presidente da ALMG.

Dentre as medidas aprovadas, está a concessão de R$ 600, pago em parcela única, às famílias em situação de extrema pobreza no Estado. O benefício é fruto de emenda também de iniciativa do deputado Agostinho Patrus. 

“Vamos ajudar quem mais precisa. O amparo do Força Família aos mais pobres será fundamental neste momento de crise. Fôlego real para quem, muitas vezes, sequer tem o que comer”, destacou o parlamentar.

O Recomeça Minas prevê, ainda, incentivos para a regularização de dívidas com o Estado e o direcionamento dos recursos arrecadados para a desoneração dos setores mais impactados pela crise decorrente da pandemia de covid-19. Além de diversos benefícios fiscais, como reduções de multas e juros para o pagamento de débitos tributários, o projeto estabelece linhas de crédito do Banco de Desenvolvimento do Estado (BDMG) em condições especiais, inclusive para as pessoas físicas.

Força Família

De acordo com o Recomeça Minas, as dívidas relativas ao ICMS poderão ser pagas à vista com a redução de 90% dos valores das penalidades e acréscimos legais. No caso do pagamento parcelado, é prevista uma redução escalonada de 50% a 85% das multas e juros de acordo com o número de parcelas escolhidas.

Em relação ao Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), no caso do pagamento à vista das dívidas, o projeto zera as multas e os juros. Se o contribuinte optar pelo parcelamento, é possível pagar em até seis parcelas iguais e sucessivas, com a redução de 50% das multas e dos juros.
Já as dívidas relativas ao Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos (ITCD) poderão ser pagas à vista, em até 90 dias após a regulamentação do texto, com a redução de 15% do valor do imposto e de 50% dos juros sobre o imposto, sem incidência das multas e dos juros sobre as multas. No caso do pagamento parcelado, é prevista a redução escalonada de 50% a 100% das multas e juros de acordo com o número de parcelas escolhidas.
O plano também prevê vantagens no pagamento atrasado de taxas estaduais. A taxa pela utilização potencial do serviço de extinção de incêndio, a taxa de renovação do licenciamento anual do veículo e a taxa florestal poderão ser pagas à vista, com a redução de 100% das multas e dos juros.
A redução de 50%, até 90 dias após o término de vigência do estado de calamidade pública em Minas, da carga tributária relativa ao ICMS incidente no fornecimento de energia elétrica a vários setores da economia, um dos auxílios trazidos pelo Recomeça Minas, também alcançará as creches e as comunidades terapêuticas conveniadas com o poder público, assim como indústrias e empresas.






Avaliação (Vote clicando) - 0 voto(s)
 (0.00)
12345678910

Deixar Comentário

[ 0 ] comentário(s)

Nenhum Comentário ou aguardando aprovação



 
.:: Mais Notícias sobre Economia
30/04/2021
Agostinho Patrus cria programa para recuperação da economia e assistência a fam...
25/03/2021
Tributos do Simples Nacional terão recolhimento adiado em 90 dias
19/11/2020
Sistema de pagamento instantâneo do Banco Central, o PIX já está em funcionament...
30/10/2020
Guedes rechaça intenção do Governo Federal em privatizar o SUS
16/07/2020
Socorro a estados e municípios afetados por pandemia chega a R$ 120 bilhões
16/06/2020
Estados e municípios têm dívidas honradas pela União
28/05/2020
Governo vai disponibilizar lista com o nome de quem recebeu o auxílio emergencia...
23/05/2020
Como será a volta ao trabalho após a pandemia?
19/05/2020
Zema discute com prefeitos medidas de enfrentamento ao coronavírus e ações para ...
24/04/2020
INSS começa a pagar primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas nesta ...
22/04/2020
Governo Federal cria comitê para impulsionar a economia no período pós-pandemia
13/04/2020
Minas consegue liberação de R$ 781 milhões
07/04/2020
Problema orçamentário - como ajustar as contas do Brasil?
31/03/2020
Efeitos da crise do coronavírus: microempreendedores e pequenas empresas sofrem ...
30/03/2020
Equipe do IF Sudeste MG - Campus Rio Pomba desenvolve site para ajudar empreende...
30/03/2020
Minas Gerais recebe doações de materiais e valores para combate ao coronavírus
07/02/2020
Estado já liberou R$ 5,043 milhões para 196 cidades afetadas pelas chuvas
04/02/2020
Fundação Banco do Brasil investirá R$ 2 milhões nas comunidades afetadas por enc...
24/01/2020
Distribuição de Renda e a Desigualdade Social afetam o crescimento do País
23/01/2020
Governo de Minas completa um ano de apoio às vítimas e de ações de reparação apó...
   PUBLICIDADE  
 
 
 
 
   
   
® O Imparcial
Rua Quirico Marini, 55 - Rio Pomba - Minas Gerais
Telefone: 32-3571-1822 / E-mail: jornal.oimparcial@uol.com.br