PÁGINAS  
   ENQUETE  
Qual a sua preocupação com o meio ambiente?
Utiliza as lixeiras de coleta seletiva?
Tem o hábito de reciclar lixo diariamente?
Economiza energia?
Consome marcas ecologicamente corretas?


   PUBLICIDADE  
   ESTATISTICAS  
Total de Visitas: 6341734
 Online Agora: 15
Nacionais
Postada por:  Redação (Carmen Lúcia Marini Vieira Júlio),  em  16/11/2020 às 21h58
Compartilhar no Orkut Comentários ( 0 ) Comentar Link: Fonte
Pandemia não acabou!

16/11/2020 às 21h58

Sylvia Lemos Hinrichsen, médica infectologista e professora da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), explica que o momento da pandemia no Brasil ainda é de alerta, principalmente pela  falta de um imunizante ou de uma imunidade de rebanho na população.

 

"Do ponto de vista das mortes e dos números de casos, a recomendação é manter os protocolos de saúde até a chegada de uma vacina ou uma população ter uma proteção que possa justificar um menor número de casos. Isso dependerá de uma série de fatores que a curto prazo não temos respostas", esclarece a professora. 

Ela explica que a imunidade de rebanho é a proteção indireta de uma doença infecciosa, que ocorre quando uma porcentagem da população já contraiu um vírus, para que mesmo quem não teve a doença deixe de correr risco de se infectar. Porém, Sylvia Lemos Hinrichsen destaca que ainda não há dados para garantir essa imunidade coletiva.

 

Sobre os vários  boatos que circulam nas redes sociais de que o Sars-Cov-2 não sobrevive a temperaturas maiores do que 36°C e de que a doença está completamente controlada, a professora lamenta o papel negativo das notícias falsas. 

"As informações não fidedignas ou as conhecidas ‘fake news’ não são boas. Elas geram expectativas que não se concretizam, não são baseadas em evidência científica e isso atrapalha, principalmente na rotina e no ambiente que ainda estamos vivendo de muitas incertezas, porque a própria doença é nova", diz a infectologista. 

A médica pontua que a recomendação para este momento, com mais de 150 mil mortes no País, é que a população respeite a vulnerabilidade do outro, sendo responsável com as medidas preventivas. "Até termos uma vacina ou evidências científicas sobre a imunidade de rebanho, as pessoas precisam seguir os quatro pilares, que são o uso de máscara, o distanciamento social com aglomerações, o espaçamento físico e a higienização das mãos com água, sabão e álcool em gel", explica. 

 

Covid-19 no mundo

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou, em 30 de janeiro de 2020, que o surto da doença causada pelo novo coronavírus constitui uma Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional, o mais alto nível de alerta da organização, conforme previsto no Regulamento Sanitário Internacional. Em 11 de março de 2020, a Covid-19 foi caracterizada pela OMS como uma pandemia.

Até o dia 8 de outubro, foram confirmados no mundo 36.002.827 casos e 1.049.810 mortes. Na região das Américas, 11.441.282 pessoas que foram infectadas pelo novo coronavírus se recuperaram.

 

Fonte: undefined - iG @ https://saude.ig.com.br/coronavirus/2020-10-10/150-mil-mortes-no-brasil-infectologista-lembra-que-pandemia-nao-acabou.html



 






Avaliação (Vote clicando) - 0 voto(s)
 (0.00)
12345678910

Deixar Comentário

[ 0 ] comentário(s)

Nenhum Comentário ou aguardando aprovação



 
.:: Mais Notícias sobre Nacionais
27/02/2021
Sucesso na parceria Brasil e China: lançamento do satélite Amazônia 1
22/02/2021
Concerto pelos 120 anos do Instituto Butantan será transmitido ao vivo pela Inte...
19/02/2021
A FORÇA DO PETRÓLEO
10/02/2021
A vacina COVID-19 e o fim da pandemia
09/02/2021
Com ou sem feriado, Carnaval é motivo de alerta para infectologistas nos cuidado...
05/02/2021
Governo lança Carnê-Leão Web para facilitar a vida do contribuinte
27/01/2021
Criminalização por uso ilegal da vacina
25/01/2021
Insegurança alimentar atinge 12% das famílias do Nordeste
20/01/2021
Papa Francisco em Oração para o estado de Manaus
18/01/2021
Anvisa aprova uso emergencial das vacinas CoronaVac e AstraZeneca no Brasil
18/01/2021
Covid-19: vacinação trará normalidade imediata à rotina das pessoas?
08/01/2021
Janeiro Branco: Mês alerta para saúde mental no país
29/12/2020
2020 foi o pior ano para brasileiros desde 2012, mostra levantamento da Ipsos
29/12/2020
Covid-19 deve baixar expectativa de vida no País em até 2 anos
18/12/2020
Sem contratos, Pazuello prevê 24,7 mi de vacina e fala em vanguarda
11/12/2020
Brasil é campeão mundial da confusão no combate à Covid-19
04/12/2020
Eca 30 anos: o que mudou nas nossas vidas?
20/11/2020
21/11 - Dia Nacional de Combate à Dengue
19/11/2020
Governo descarta Auxílio Emergencial em 2021 e aposta em investimento de R$ 5,73...
18/11/2020
Não votou? Saiba como justificar a ausência nas urnas nas Eleições 2020
   PUBLICIDADE  
 
 
 
 
   
   
® O Imparcial
Rua Quirico Marini, 55 - Rio Pomba - Minas Gerais
Telefone: 32-3571-1822 / E-mail: jornal.oimparcial@uol.com.br