PÁGINAS  
   ENQUETE  
Qual a sua preocupação com o meio ambiente?
Utiliza as lixeiras de coleta seletiva?
Tem o hábito de reciclar lixo diariamente?
Economiza energia?
Consome marcas ecologicamente corretas?


   TEMPO AGORA  
   PUBLICIDADE  
   ESTATISTICAS  
Total de Visitas: 5930482
 Online Agora: 18
Nacionais
Postada por:  Redação (Carmen Lúcia Marini Vieira Júlio),  em  15/05/2020 às 20h36
Compartilhar no Orkut Comentários ( 0 ) Comentar Link: Fonte
A vacina da solidariedade

15/05/2020 às 20h36

*João Guilherme Sabino Ometto

Em meio à imensa tristeza e grandes danos causados pela pandemia da Covid-19, uma cena emocionante ficará marcada de modo enfático na mobilização dos brasileiros contra a doença: o "palmaço" nas janelas de casas e apartamentos de todo o Brasil, na noite de 20 de março, em aplauso e reconhecimento aos médicos, enfermeiros, farmacêuticos/bioquímicos, fisioterapeutas, técnicos de laboratório e todos os profissionais da saúde, heróis de nosso país e da humanidade nesta dura guerra travada contra um inimigo natural. Somam-se a eles, com o mesmo grau de importância, os produtores rurais, trabalhadores do campo, transportadores, pessoal da infraestrutura e das redes de abastecimento, coletores de lixo, policiais e funcionários das indústrias provedoras de bens essenciais, que seguem em operação.

O trabalho incansável de todas essas pessoas, que, sem home office, muitas vezes estão redobrando suas jornadas e atuando, na linha de frente, com muita determinação, fé e coragem, é um exemplo marcante de amor à vida e respeito aos princípios mais dignos do exercício profissional. É uma demonstração de que, em crises como a que estamos vivendo, devem ser deixadas de lado as divergências políticas, o acirramento de posições partidário-ideológicas, as desavenças entre vizinhos, a ganância, as polêmicas familiares e a agressividade às vezes presente na sociedade contemporânea. São necessárias união, sinergia e soma de esforços para superarmos a gravíssima crise.

É hora de prevalência da fraternidade, de uma corrente humanitária e coesa de boa vontade em favor da vida. A solidariedade, sem dúvida, é a melhor vacina contra o novo coronavírus. E esse sentimento, na presente conjuntura, significa, também, cuidar de si próprio e de todas as pessoas, seguindo as orientações das autoridades da saúde e mantendo todas as recomendações de higiene e assepsia. Cada um de nós deve ser um soldado atuante e engajado no combate contra o contágio, nosso e do próximo.

Além dos profissionais de todos os setores anteriormente citados, surgem numerosos exemplos solidários e de responsabilidade social. Os clubes paulistas de futebol abrem suas sedes e arenas ao atendimento da população e a campanhas de vacinação contra a gripe (esta, embora não imunize contra o coronavírus, é importante para evitar comorbidade e facilitar os diagnósticos); personalidades e artistas postam nas redes sociais mensagens de mobilização e otimismo, músicas e poemas; autores de livros liberam obras para leitura gratuita no meio digital; veículos de comunicação abrem a não assinantes os conteúdos relativos à pandemia, para que todos possam informar-se, assim como canais de TV por assinatura.

Nesse contexto, é gratificante para quem atua no setor a ação voluntária da indústria sucroalcooleira, aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), de produzir, transportar e doar aos brasileiros, álcool hidratado do tipo 70º INMP. Objetivo da iniciativa é reforçar o abastecimento das unidades públicas médico-hospitalares, considerando que o produto é um agente desinfetante muito eficaz para conter o contágio. Tal atitude soma-se ao imenso esforço dos profissionais de saúde, para os quais o álcool é um elemento fundamental, em tempos de pandemia, no atendimento e atenção aos pacientes e para evitarem o próprio contágio.

O Brasil e o mundo certamente vencerão o novo coronavírus. Será um imenso esforço, envolvendo a ciência e todos aqueles aqui citados, que estão lutando pela civilização na árdua guerra contra um micro-organismo que nos desafia, ameaça a vida e nos encarcera em nossas casas, mas, ao mesmo tempo, também nos mostra, em sua agressiva virulência, o quanto o ser humano pode ser generoso e fraterno. Que esses sentimentos também sobrevivam muito fortes à pandemia, para que as agendas econômicas de todas as nações jamais deixem novamente de incluir a solidariedade como ativo imprescindível do desenvolvimento!

*Engenheiro, é vice-presidente do Conselho de Administração da Usina São Martinho e membro da Academia Nacional de Agricultura (ANA)






Avaliação (Vote clicando) - 0 voto(s)
 (0.00)
12345678910

Deixar Comentário

[ 0 ] comentário(s)

Nenhum Comentário ou aguardando aprovação



 
.:: Mais Notícias sobre Nacionais
04/12/2020
Eca 30 anos: o que mudou nas nossas vidas?
20/11/2020
21/11 - Dia Nacional de Combate à Dengue
19/11/2020
Governo descarta Auxílio Emergencial em 2021 e aposta em investimento de R$ 5,73...
18/11/2020
Não votou? Saiba como justificar a ausência nas urnas nas Eleições 2020
16/11/2020
Pandemia não acabou!
06/11/2020
Saneamento deve ser pauta das eleições
30/10/2020
PF usará drones para coibir crimes no dia das eleições municipais
27/10/2020
Instituições de acolhimento de idosos no Sudeste recebem quase R$ 94 milhões
27/10/2020
Cada morte no trânsito custa R$ 785 mil ao Brasil
15/10/2020
A Arte de Ensinar a Aprender
14/10/2020
Chega de piadas que os professores não mudam: nós somos inovadores por essência ...
06/10/2020
30 anos do ECA: entenda os 5 princípios dos direitos das crianças
19/09/2020
Governo promove campanha na Semana Nacional de Trânsito
16/09/2020
Pandemia, imprudência no trânsito e o desprezo pela vida
14/09/2020
Diferença no enfrentamento da pandemia: básico público e privado
12/09/2020
Rio de Janeiro é tema do especial de TV “Braços Abertos”
09/09/2020
Vacina, esperança com prudência
09/09/2020
Setembro Amarelo: Campanha visa conscientizar, diminuir e prevenir casos de suic...
04/09/2020
Quais são os reais impactos da nova nota de 200 reais
02/09/2020
Começa a circular hoje (2) a nota de R$ 200 no país
   PUBLICIDADE  
 
 
 
 
   
   
® O Imparcial
Rua Quirico Marini, 55 - Rio Pomba - Minas Gerais
Telefone: 32-3571-1822 / E-mail: jornal.oimparcial@uol.com.br