PÁGINAS  
   ENQUETE  
Qual a sua preocupação com o meio ambiente?
Utiliza as lixeiras de coleta seletiva?
Tem o hábito de reciclar lixo diariamente?
Economiza energia?
Consome marcas ecologicamente corretas?


   TEMPO AGORA  
   PUBLICIDADE  
   ESTATISTICAS  
Total de Visitas: 5930280
 Online Agora: 10
Saúde
Postada por:  Redação (Carmen Lúcia Marini Vieira Júlio),  em  14/05/2020 às 16h02
Compartilhar no Orkut Comentários ( 0 ) Comentar Link: Fonte
Prefeitura de Juiz de Fora ressalta que município tem maior capacidade de diagnósticos

14/05/2020 às 16h02

Instada pela reportagem, a Prefeitura avaliou o levantamento feito pela Tribuna de Minas, que coloca Juiz de Fora com a maior incidência de casos a cada cem mil habitantes entre as principais cidade de Minas Gerais. O Secretário-adjunto municipal de Saúde, Clorivaldo Rocha, destaca que a cidade possui um diferencial muito importante em relação às demais localidades alvo do recorte feito pelo jornal. Neste sentido, ele cita convênio firmado entre a PJF e a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), o que permite ao Município uma maior capacidade de diagnósticos.

Segundo a PJF, até no dia 12.05, a UFJF já havia enviado à Secretaria de Saúde 306 resultados de exames sobre confirmação ou descarte de casos de coronavírus, dados que passaram a constar em boletins epidemiológicos do Município a partir de 30 de abril. Segundo Clorivaldo, esta maior capacidade de diagnóstico faz com que Juiz de Fora tenha um retrato mais fidedigno do avanço da pandemia, diferentemente dos outros municípios mineiros, que, em sua maioria, concentram seus exames e suas confirmações em análises feitas pela Fundação Ezequiel Dias (Funed).

Não é que Juiz de Fora seja o centro da pandemia no estado. Temos uma capacidade de testagem maior que outros municípios. Assim, temos um contexto de melhor visualização dos casos”, pontua Clorivaldo. Para exemplificar tal situação, o secretário-adjunto cita o fato de outros municípios terem vários casos de óbitos suspeitos aguardando testagem. Na quarta (14), a fila de mortes sob suspeição de terem sido provocadas pela Covid-19 e cujas análises estavam pendentes em todo o estado somavam 118 casos. “Em Juiz de Fora, temos conseguido obter resultados em 12 horas. Na terça, por exemplo, tínhamos apenas uma morte em investigação”, reforça.

Clorivaldo destaca ainda que a Prefeitura de Juiz de Fora tem atuado em diversas frentes de forma a afastar a possibilidade de um colapso da rede de saúde, maior temor provocado pela pandemia. Tal situação já atingiu cidades de outros países e, até mesmo, no Brasil, como a capital do Amazonas, Manaus. O “colapso” ocorre quando a rede de saúde de uma localidade se mostra incapaz de suprir toda a demanda por atendimento provocada pela doença. “Em Juiz de Fora, todos os casos graves foram 100% internados. Todos os óbitos foram no ambiente hospitalar. Ninguém morreu em casa”, afirma o secretário-adjunto.

Secretário-adjunto destaca que população é parceira

Clorivaldo afirma ainda que a cidade vem se preparando para o pico de contaminação. Entre as ações destacadas pelo secretário-adjunto estão o fomento ao isolamento social e a ampliação de leitos de terapia intensiva, com, inclusive, conversas com a rede privada de saúde da cidade. Temos uma estrutura dinâmica e temos que estar preparados para o pico”. Ele evitou fazer previsões sobre quando ocorreria tal pico, mas citou que alguns modelos matemáticos apontam que ele poderia incidir em junho.

Por isto, é importante a sociedade se corresponsabilizar e redobrar cuidados, como o uso de máscaras, manter as mãos limpas e sair de suas casas apenas em situações estritamente necessárias”. O secretário adjunto justifica a preocupação lembrando que o número de casos suspeitos na cidade cresceu significativamente no período de um mês, passando de 1.124 em 10 de abril para 2.921 em 10 de maio. Cabe destacar ainda que, nas últimas semanas, a ocupação de leitos públicos de terapia intensiva na cidade chegou a 84% da capacidade da rede. “Entre os casos locais, temos uma taxa de letalidade de cerca de 5,5% que está próxima da média mundial.”

Por fim, a Prefeitura ressalta que, apesar do reforço proporcionado pelo convênio com a UFJF, nem todos os casos suspeitos podem ser testados. Assim, além dos casos considerados graves, o público-alvo das testagens têm sido profissionais de saúde sintomáticos que atuam na rede SUS; os sintomáticos atendidos na atenção básica que integram grupos de risco (acima de 65 anos, cuidadores de idosos, diabéticos, hipertensos descompensados e obesos); e servidores da segurança pública, Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb) e Companhia de Saneamento Municipal (Cesama). (Por Tribuna de Minas)






Avaliação (Vote clicando) - 0 voto(s)
 (0.00)
12345678910

Deixar Comentário

[ 0 ] comentário(s)

Nenhum Comentário ou aguardando aprovação



 
.:: Mais Notícias sobre Saúde
04/12/2020
Plano de Imunização contra Covid-19 acontecerá em quatro fases
24/11/2020
Estudo clínico CoronaVac chega ao estágio final
24/11/2020
A vacina contra a Covid: como na cardiologia, melhor prevenir
20/11/2020
“Já estamos na segunda onda”, afirma pesquisador da USP sobre novo coronavírus
20/11/2020
Anvisa define critérios para registro de vacinas contra a Covid-19
03/11/2020
Fiocruz estima que vacinação contra Covid-19 inicie no 1º trimestre de 2021
03/11/2020
Depressão após o diagnóstico do câncer de próstata
30/10/2020
Anvisa libera importação de insumos para produção de 40 mi de doses da Coronavac
30/10/2020
"Tomar a vacina contra a Covid-19 é uma responsabilidade, não uma obrigação
27/10/2020
35% das crianças vacinaram contra poliomielite
20/10/2020
Ginecologista aborda aspectos do câncer de mama
15/10/2020
Programa de financiamento da Saúde define tabela de repasses
14/10/2020
Vacinação de pessoas entre 20 e 49 anos segue até dia 30 de outubro
06/10/2020
Multivacinação e imunização contra a poliomielite teve início em todo país
16/09/2020
Estudo clínico da vacina AZD1222 é reiniciado no Brasil
16/09/2020
FIEMG mobiliza recursos para desenvolvimento de vacina contra a Covid-19
02/09/2020
Empresas de diálise cobram socorro financeiro do Governo Federal
29/08/2020
Dia Nacional de Combate ao Fumo
28/08/2020
Saúde vai especificar data de óbitos por covid em boletim
13/08/2020
Desenvolvimento de diferentes vacinas para o coronavírus ajuda na descoberta de ...
   PUBLICIDADE  
 
 
 
 
   
   
® O Imparcial
Rua Quirico Marini, 55 - Rio Pomba - Minas Gerais
Telefone: 32-3571-1822 / E-mail: jornal.oimparcial@uol.com.br