PÁGINAS  
   ENQUETE  
Qual a sua preocupação com o meio ambiente?
Utiliza as lixeiras de coleta seletiva?
Tem o hábito de reciclar lixo diariamente?
Economiza energia?
Consome marcas ecologicamente corretas?


   TEMPO AGORA  
   PUBLICIDADE  
   ESTATISTICAS  
Total de Visitas: 4729351
 Online Agora: 10
Meio Ambiente
Postada por:  Redação (Carmen Lúcia Marini Vieira Júlio),  em  18/10/2019 às 22h32
Compartilhar no Orkut Comentários ( 0 ) Comentar Link: Fonte
Desmatamento está entre principais causas de surtos de doenças infecciosas em humanos

18/10/2019 às 22h32

 As mudanças de uso da terra, geradas principalmente pelo desmatamento, monocultura, pecuária em grande escala e mineração, estão entre as principais causas de surtos de doenças infecciosas em humanos e pelo surgimento de novas doenças no continente americano. Essa é uma das conclusões apontadas no Relatório de Biodiversidade da ONU,que analisou mais de 15 mil pesquisas científicas e informações governamentais durante três anos.

“Os bens e serviços fornecidos pela natureza são os fundamentos definitivos da vida e da saúde das pessoas. A qualidade do ambiente em que vivemos desempenha papel essencial na nossa saúde. Em ambiente natural, com florestas intactas, mamíferos, répteis, aves e insetos se autorregulam. O desmatamento, somado à expansão desordenada das áreas urbanas, faz com que os animais migrem para as cidades. No caso dos mosquitos, que são vetores de muitas doenças, a crise climática e o aumento da temperatura também trouxeram condições favoráveis à reprodução desses indivíduos. Nas cidades, eles passam a se alimentar também do sangue das pessoas, favorecendo a transmissão de enfermidades”, explica a gerente de Conservação da Biodiversidade da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, Leide Takahashi.

Nessa linha, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Convenção da Diversidade Biológica (CDB) reconheceram que a biodiversidade e a saúde humana estão fortemente interligadas e, durante a COP-13, em 2016, recomendaram uma série de ações. Segundo a OMS, ao menos 50% da população mundial corre o risco de contaminação por doenças transmitidas por mosquitos, chamadas de arboviroses. No Brasil, o Ministério da Saúde estima que o número de arboviroses tenha dobrado nas últimas três décadas. Algumas delas, como malária, dengue, febre amarela e zika, já causaram surtos em áreas urbanas.

Doutora em Ciências Florestais, Leide destaca ainda que a conservação do patrimônio natural é importante para o controle de outras doenças, especialmente as mentais. O contato com a natureza é capaz de diminuir a ansiedade e o estresse, contribuindo com o bem-estar da população. “A natureza nos fornece água, ar puro, alimentos e outros recursos essenciais para o nosso dia a dia. Precisamos encontrar um ponto de equilíbrio para que as pessoas aproveitem esses recursos de forma responsável, sem prejudicar a fauna e a flora e sem colocar as próximas gerações em risco”, afirma Leide, que também é membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza. (Fonte: Fundação Grupo Boticário)






Avaliação (Vote clicando) - 0 voto(s)
 (0.00)
12345678910

Deixar Comentário

[ 0 ] comentário(s)

Nenhum Comentário ou aguardando aprovação



 
.:: Mais Notícias sobre Meio Ambiente
13/02/2020
Bolsonaro recria Conselho da Amazônia, mas exclui governadores
30/01/2020
Chuvas em Minas Gerais já causaram 55 mortes
29/01/2020
Recuperação dos Recursos Hídricos e da Biodiversidade
29/01/2020
Apoio às vítimas das chuvas em Minas Gerais
29/01/2020
Romeu Zema anuncia medidas de apoio a cidades atingidas pela chuva
24/01/2020
Plástico descartável: proibir para mudar
23/01/2020
Minas articula plano de ação de equipes de Defesa Civil para chuvas dos próximos...
10/01/2020
Lixões e aterros sanitários: um desafio permanente na vida dos brasileiros
03/01/2020
Defesa Civil Nacional disponibiliza apoio aos estados do Sudeste afetados por fo...
17/12/2019
Pescadores afetados pela mancha de óleo começarão a receber auxílio emergencial
16/12/2019
Os contaminantes emergentes – o que os olhos não veem e o corpo todo pode sentir
03/12/2019
Grupo que monitora óleo no litoral brasileiro afirma que situação é estável
23/10/2019
O Maior Desastre Ambiental
18/10/2019
Desmatamento está entre principais causas de surtos de doenças infecciosas em hu...
15/10/2019
Cartilha ensina a combater perda e desperdício de alimentos nas empresas 
05/09/2019
A questão das embalagens na sustentabilidade
04/03/2013
Codevasf investe R$ 27 milhões para revitalização de sub-bacias em Minas
   PUBLICIDADE  
 
 
 
 
   
   
® O Imparcial
Rua Quirico Marini, 55 - Rio Pomba - Minas Gerais
Telefone: 32-3571-1822 / E-mail: jornal.oimparcial@uol.com.br