PÁGINAS  
   ENQUETE  
Qual a sua preocupação com o meio ambiente?
Utiliza as lixeiras de coleta seletiva?
Tem o hábito de reciclar lixo diariamente?
Economiza energia?
Consome marcas ecologicamente corretas?


   TEMPO AGORA  
   PUBLICIDADE  
   ESTATISTICAS  
Total de Visitas: 4322560
 Online Agora: 5
Saúde
Postada por:  Redação (Carmen Lúcia Marini Vieira Júlio),  em  04/10/2019 às 20h31
Compartilhar no Orkut Comentários ( 0 ) Comentar Link: Fonte
Outubro Rosa: #Me TrateDireito

Campanha Nacional da FEMAMA

04/10/2019 às 20h31

Em outubro, o Brasil inteiro volta os olhares e se mobiliza em prol da conscientização do tipo de câncer mais incidente entre mulheres: o de mama. Pelo 11º ano seguido, a Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (FEMAMA), responsável por trazer o Outubro Rosa de forma organizada para o Brasil, lança sua campanha nacional para colocar em pauta o acesso à personalização do tratamento.

O tema deste ano é #MeTrateDireito – a iniciativa visa estimular o empoderamento dos pacientes, pautada na busca por um tratamento personalizado, na luta pelo respeito enquanto paciente com câncer e na defesa pelos seus direitos como ser humano. "Assim como toda mulher é única, cada câncer de mama também é bastante singular. Os pacientes precisam receber o tratamento mais adequado para cada caso, sempre tendo seus direitos respeitados como cidadão e como pessoa, individualmente, desde o diagnóstico, tratamento e controle da doença", afirma Maira Caleffi, presidente voluntária da FEMAMA e Chefe do Serviço de Mastologia do Hospital Moinhos de Vento.

Nos últimos anos, os avanços na medicina têm conseguido proporcionar mais qualidade de vida, maiores chances de cura e novas estratégias para o diagnóstico individualizado, o que mudar o tratamento e as perspectivas de cada paciente. A medicina personalizada tem ganhado força e se mostrado como o melhor caminho para tratamentos mais eficazes. "Os exames genéticos e moleculares são uma importante ferramenta para definir previamente a chance de desenvolver a doença e permitir a elaboração da melhor estratégia para seu enfrentamento. As mutações que cada câncer carrega suas alterações genômicas, as características do tumor, bem como as respostas a terapias são fatores que guiam para o melhor tratamento", comenta Maira.

Luta por direitos

Atualmente, o Brasil enfrenta grandes desafios na assistência oncológica. O mais recente relatório do Tribunal de Contas da União (TCU), divulgado em setembro, revelou que 56% dos pacientes no Sistema Único de Saúde (SUS) têm seu diagnóstico confirmado quando o câncer já está em estágio avançado – confirmação, essa, que está sendo dada em uma média de 200 dias a partir da primeira consulta, conforme auditoria realizada pelo tribunal. A ampliação do acesso ao diagnóstico ágil e a tratamentos mais assertivos nos sistemas públicos e privados de saúde é uma luta antiga da FEMAMA e suas ONGs associadas. 

"Todos pacientes devem ter acesso às melhores opções para garantir o controle efetivo do câncer de mama, por isso lutamos para que consigam ter seu diagnóstico em tempo hábil e um tratamento eficaz para assegurar qualidade de vida e possibilidade de cura", reforça a presidente voluntária da FEMAMA. "Sabendo de seus direitos essas pacientes também podem se tornar agentes transformadores da realidade brasileira da assistência oncológica".

Em todo o Brasil, as ONGs associadas à FEMAMA promoverão ações locais relativas à conscientização sobre o câncer de mama durante todo o mês de outubro. Uma dessas ações é a Caminhada das Vitoriosas, importante mobilização que leva às ruas a celebração pela vida e reivindicações que encorajam as pessoas a exigirem seus direitos, respeito e tratamento personalizado do câncer. Elas ocorrem em diversos estados, estando já confirmadas no Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Piauí, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina. Todas as demais atualizações. 

"Este é o mês em que a batalha contra o câncer de mama ganha maior visibilidade, por isso damos voz aos pacientes que lutam por um objetivo em comum: a vontade de viver com qualidade. Pretendemos chamar a atenção para o respeito aos direitos e cuidados necessários com cada paciente, que merece ter conhecimento da doença, de suas peculiaridades, e ser tratado com um olhar singular diante de sua vivência com o câncer", conclui. (Fonte: FEMANA - Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama é uma organização sem fins econômicos que trabalha para reduzir os índices de mortalidade por câncer de mama em todo o Brasil, influenciando políticas públicas para defender direitos de pacientes, ao lado de mais de 70 ONGs de apoio a pacientes associadas em todo o país.






Avaliação (Vote clicando) - 0 voto(s)
 (0.00)
12345678910

Deixar Comentário

[ 0 ] comentário(s)

Nenhum Comentário ou aguardando aprovação



 
.:: Mais Notícias sobre Saúde
15/10/2019
Outubro Rosa e Novembro Azul: Mais do que uma paleta de cores, um direito
10/10/2019
Mês das Crianças: SBOT e SBOP alertam pais e cuidadores
10/10/2019
Brasil registra 4.507 casos confirmados de sarampo
08/10/2019
O que aumenta o nosso tempo de vida?
04/10/2019
Outubro Rosa: #Me TrateDireito
02/10/2019
Sociedade de Geriatria e Gerontologia destaca importância da atuação dos profiss...
26/09/2019
Saiba como agir e cuidar de deficientes
26/09/2019
Sedentarismo, cigarro e bebida alcoólica aumentam risco de câncer de mama
25/09/2019
MINUTO DA SAÚDE: Ministério da Saúde convoca população para combate ao mosquito ...
18/09/2019
Ministério da Saúde lança campanha de combate ao mosquito transmissor da dengue,...
12/09/2019
Setembro vermelho: hipertensos devem tomar mais cuidado com a saúde do coração
05/09/2019
Campanha de prevenção do suicídio convoca a sociedade para uma conversa franca s...
03/09/2019
ABRACE/Brasília faz alerta contra o Câncer InfantoJuvenil
15/10/2013
Cirurgia de catarata: como escolher a lente intraocular?
15/10/2013
O perigo das queimaduras: como prevenir e evitar 
03/06/2013
Rapidez no atendimento evita sequelas de AVC´s e infartos
08/03/2013
PBM inibe a automedicação e ajuda a reduzir os possíveis riscos à saúde
08/03/2013
Santa Casa BH contribui para redução da fila de transplantes em Minas Gerais
04/03/2013
Como evitar doenças no período de chuvas entre fevereiro e abril
04/03/2013
DICAS PARA UMA BOA DIGESTÃO
   PUBLICIDADE  
 
 
 
 
   
   
® O Imparcial
Rua Quirico Marini, 55 - Rio Pomba - Minas Gerais
Telefone: 32-3571-1822 / E-mail: jornal.oimparcial@uol.com.br