PÁGINAS  
   ENQUETE  
Qual a sua preocupação com o meio ambiente?
Utiliza as lixeiras de coleta seletiva?
Tem o hábito de reciclar lixo diariamente?
Economiza energia?
Consome marcas ecologicamente corretas?


   TEMPO AGORA  
   PUBLICIDADE  
   ESTATISTICAS  
Total de Visitas: 4322621
 Online Agora: 6
Opiniões
Postada por:  Redação (Carmen Lúcia Marini Vieira Júlio),  em  08/08/2019 às 19h08
Compartilhar no Orkut Comentários ( 0 ) Comentar Link: Fonte
China abre mercado para lácteos brasileiros
Brasil poderá exportar itens como leite em pó e queijo para o país asiático

08/08/2019 às 19h08

A China abriu mercado para os produtos lácteos brasileiros. Os chineses habilitaram 24 estabelecimentos brasileiros para exportação de produtos como leite em pó e queijos. O anúncio foi feito pela ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento no último dia 23 de julho.

A ministra destacou que a abertura do mercado irá impulsionar a cadeia produtiva do leite. "Acho que é uma notícia excepcional para o setor leiteiro que passa por um momento muito difícil, sem esperança. E isso traz esperança para a indústria de leite",comemorou.

Atualmente, há 1,2 milhão de pequenos produtores de leite no Brasil. "Fiquei muito feliz e gostaria de passar essa boa notícia para os produtores brasileiros, que estão vivendo um momento difícil, acabaram de perder R$ 0,30 no litro de leite, e agora vão poder ter a perspectiva. É claro que não é para amanhã, mas é uma abertura excelente para o Brasil".

Tereza Cristina destacou que "o Brasil sempre quis ter acesso ao mercado chinês, para poder tirar o produto do Brasil, melhorando, inclusive o preço dos produtores brasileiros”.

A certificação estava acordada com a China desde 2007, mas não havia nenhuma planta brasileira habilitada a exportar. Na viagem que fez ao país em maio, o assunto foi uma das prioridades da ministra. O Brasil produz 600 mil toneladas de leite em pó. Os chineses, maiores importadores de lácteos do mundo, compram 800 mil toneladas do produto.

Antes, em abril deste ano, o ministério havia encaminhado a lista dos 24 estabelecimentos ao país asiático. Entre os produtos que poderão ser exportados estão não fluidos, como leite em pó, queijos e leite condensado. "Queijos brasileiros poderão ser exportados e, com isso, regulamentar o mercado de leite brasileiro”, ressaltou Tereza Cristina.

Exportações

Com a habilitação dos estabelecimentos, a expectativa do setor é exportar US$ 4,5 milhões em queijos e leite em pó, estima a Viva Lácteos - Associação Brasileira de Laticínios. Em 2018, os chineses importaram 108 mil toneladas em queijos. A importação do produto tem crescido a uma taxa média anual de 13% nos últimos cinco anos.

O setor lácteo brasileiro exportou, em 2018, para mais de 50 destinos. Antes da abertura do mercado chinês, o setor já vinha investindo no ingresso dos produtos na China, por meio da participação em feiras.






Avaliação (Vote clicando) - 0 voto(s)
 (0.00)
12345678910

Deixar Comentário

[ 0 ] comentário(s)

Nenhum Comentário ou aguardando aprovação



 
.:: Mais Notícias sobre Opiniões
08/10/2019
O homem não nasce violento; torna-se violento!
23/08/2019
AMAZÔNIA AGONIZANDO
09/08/2019
TABACO: Brasil vira referência mundial no combate ao tabagismo
08/08/2019
O que o Brasil precisa
08/08/2019
China abre mercado para lácteos brasileiros
16/02/2019
29/06/2015
Biblioteca Itinerante nas Escolas
29/06/2015
A Igreja e as Obras do Sítio da Lola
25/06/2015
Passeio Ciclístico Rural de Mountain Bike
29/12/2014
Novo protocolo define tratamento para crianças e adolescentes com HIV
26/11/2013
6ª Travessia doa Andarilhos
26/11/2013
ALMOÇO BENEFICENTE DA APAE
26/11/2013
FORMATURA
26/11/2013
5 ANOS DE DAVI
26/11/2013
DESPARAFUSADO DE TUDO
22/11/2013
NESSA EU DANCEI! QUE ÓDIO!
22/11/2013
Patrícia e Marcelo
22/11/2013
GENTE NOVA
22/11/2013
GENTE NOVA
22/11/2013
ZILVAN MARTINS NO PERU
   PUBLICIDADE  
 
 
 
 
   
   
® O Imparcial
Rua Quirico Marini, 55 - Rio Pomba - Minas Gerais
Telefone: 32-3571-1822 / E-mail: jornal.oimparcial@uol.com.br