PÁGINAS  
   ENQUETE  
Qual a sua preocupação com o meio ambiente?
Utiliza as lixeiras de coleta seletiva?
Tem o hábito de reciclar lixo diariamente?
Economiza energia?
Consome marcas ecologicamente corretas?


   TEMPO AGORA  
   PUBLICIDADE  
   ESTATISTICAS  
Total de Visitas: 3311179
 Online Agora: 14
Carnet Social
Postada por:  Antônio Carlos,  em  18/11/2013 às 09h21
Compartilhar no Orkut Comentários ( 0 ) Comentar Link: Fonte
“Ad maiorem Dei gloriam”
O papa pisa em solo brasileiro, atravessa a cidade em um carro popular, ignorando o engarrafamento e as tão temíveis manifestações, que tanto incomodam os nossos governantes...

18/11/2013 às 09h21

O papa pisa em solo brasileiro, atravessa a cidade em um carro popular, ignorando o engarrafamento e as tão temíveis manifestações, que tanto incomodam os nossos governantes. Aliás, a sua figura contrasta com as das autoridades blindadas em seus carros. Ele peregrina em muitos campos, sempre perseguido pela multidão que o aclama em lágrimas: caminha a semear na comunidade de Varginha, em Aparecida, no Campo de São Cristovão, na Tijuca, na Glória, na Praia de Copacabana e o sol se recolhe em todos os eventos...  Semeia em todos os campos onde cai chuva fina. E o sol só volta a brilhar no dia da despedida.

A paisagem é sempre angelical, de suave chuva, vento e frio. Há uma reverência solene, até mesmo da natureza, diante da magnitude do que representa Sua Santidade, o Papa. E a chuva fina e o frio aglomeram todas as pessoas, bandeiras, idiomas e nações no calor humano emanado da uníssona espiritualidade. O Pastor em meio a suas ovelhas caminha sempre sorrindo, tocando as pessoas com ternura. Se ele pediu licença e bateu delicadamente às portas dos corações, todas se abriram para ele com grande alegria.

Mesmo se o sol tivesse aparecido para desfazer os dias nublados, o Papa teria refletido mais luz que ele, pois Sua Santidade reverberava pela singeleza com que caminhava e distinguia alguns eleitos na multidão para receber o seu paternal beijo. Carregando a sua valise, sem as “mordomias principescas” ele poderia ser confundido com um homem comum do povo. Uma humildade que o torna Francisco... Humildade respeitosa a todos as pessoas lhe é natural e o acompanha sempre. É um homem com todas as peculiaridades do que é humano; um soldado de Cristo, que armado apenas da fé, da boa palavra e dos calorosos afagos, arrasta milhões de pessoas que se comovem e fazem silêncio. Três milhões e quinhentas mil pessoas em contrição e silêncio. A sempre voluptuosa Copacabana neste momento está vestida, coberta, casta e silenciosa. Todos caminham na mesma direção da luz que ele irradia. Mas, de onde ele vem?...

Vem da longa caminhada da Societas IesuS. J., uma congregação religiosa conhecida principalmente por seu trabalho missionário e educacional. Inácio de Loyola, seu fundador, de origem nobre, ferido em combate na defesa da fortaleza de Pamplona contra os franceses em 1521 dedicou-se à leitura do "Flos Sanctorum", após o que decidiu desprezar os bens terrenos. Abandonou a indumentária fidalga substituindo-a pela dos mendicantes; a Companhia de Jesus tinha por objetivo desenvolver trabalho de acompanhamento hospitalar e missionário em Jerusalém, ou ir para onde o Papa os enviasse. As constituições jesuítas deram origem a uma organização rigidamente disciplinada, nos moldes militares, enfatizando a absoluta abnegação e a obediência ao Papa e aos superiores hierárquicos (perinde ac cadaver, "disciplinado como um cadáver", nas palavras de Inácio). O seu grande princípio tornou-se o lema dos jesuítas: “Ad maiorem Dei gloriam” ("Para a maior glória de Deus").

Enfim, se sabemos de onde ele vem, podemos imaginar para onde vai... Caminhará livremente, sem medo, por todos os povos e todas as gentes, assim como sempre fez e como se sente bem. Visitará muitas nações. Estará entre os mais humildes, tocando-os, beijando-os, despojado do luxo e inebriado de Luz. Se, entre seus votos como jesuíta, destaca-se obedecer ao Papa sem questionar, ele, agora Papa, indicará a direção.

Se, por formação é rigidamente disciplinado, ele sabiamente propõe flexibilidade aos governantes, de modo a saírem dos seus pedestais e ouvirem o clamor do seu povo. Para a evangelização o Santo Padre convoca os jovens, acolhendo seus espíritos questionadores com a sabedoria dos guias espirituais, para que suas forças, seus propósitos e suas ações sejam instrumento de solidariedade, caridade, humildade e compreensão. O Papa é humano... O Papa é espírito que ilumina. Ele afaga, acaricia, conforta, aquece e orienta com a sabedoria e sobriedade de uma mãe dedicada.

     O Papa missionário e evangelizador está apenas começando a sua longa caminhada por muitas e longínquas plagas. Nós sentiremos saudades. E Copacabana, agora tão abençoada, será muito mais bela.


Valéria Áureo






Avaliação (Vote clicando) - 0 voto(s)
 (0.00)
12345678910

Deixar Comentário

[ 0 ] comentário(s)

Nenhum Comentário ou aguardando aprovação



 
.:: Mais Notícias sobre Carnet Social
29/06/2015
Biblioteca Itinerante nas Escolas
29/06/2015
A Igreja e as Obras do Sítio da Lola
25/06/2015
Passeio Ciclístico Rural de Mountain Bike
29/12/2014
Novo protocolo define tratamento para crianças e adolescentes com HIV
26/11/2013
6ª Travessia doa Andarilhos
26/11/2013
ALMOÇO BENEFICENTE DA APAE
26/11/2013
FORMATURA
26/11/2013
5 ANOS DE DAVI
26/11/2013
DESPARAFUSADO DE TUDO
22/11/2013
NESSA EU DANCEI! QUE ÓDIO!
22/11/2013
Patrícia e Marcelo
22/11/2013
GENTE NOVA
22/11/2013
GENTE NOVA
22/11/2013
ZILVAN MARTINS NO PERU
22/11/2013
COMENDA DR. ÚLTIMO DE CARVALHO
22/11/2013
FEIJOADAS BENEFICENTES
22/11/2013
FORMATURA
22/11/2013
CASAL MARISTELA E PAULO CHAVES
22/11/2013
CLICK
18/11/2013
PE. ÊNIO COMEMORA 15 ANOS DE SACERDÓCIO
   COLUNISTAS  
Rodrigo Oliveira
Economia
Marcos Morita
Economia
Naico
Naico na Sociedade
Redação
Editorial
Carmen Lúcia
Carnet Social
Celinho Gaudereto
Esportes
Valéria Áureo
Crônicas
Geraldo Santão
Crônicas de Santão
Luiz Flávio Gomes
Crônicas
   PUBLICIDADE  
 
 
 
 
   
   
® O Imparcial
Rua Quirico Marini, 55 - Rio Pomba - Minas Gerais
Telefone: 32-3571-1822 / E-mail: jornal.oimparcial@uol.com.br