PÁGINAS  
   ENQUETE  
Qual a sua preocupação com o meio ambiente?
Utiliza as lixeiras de coleta seletiva?
Tem o hábito de reciclar lixo diariamente?
Economiza energia?
Consome marcas ecologicamente corretas?


   TEMPO AGORA  
   PUBLICIDADE  
   ESTATISTICAS  
Total de Visitas: 3311200
 Online Agora: 19
Saúde
Postada por:  Redação,  em  15/10/2013 às 10h51
Compartilhar no Orkut Comentários ( 0 ) Comentar Link: Fonte
O perigo das queimaduras: como prevenir e evitar 
Seja devido a acidentes ou demasiada exposição ao sol, as queimaduras causam dor e podem gerar grandes incômodos para o paciente

15/10/2013 às 10h51

Lesão gerada normalmente por algum agente físico como o frio ou o calor, a queimadura pode ter diversas causas, e, sendo assim, suas características variam de caso para caso. Outros fatores que podem ser responsáveis por essa forma de lesão são a eletricidade, o contato com certos produtos químicos, radiações, ou a fricção. As queimaduras são classificadas em graus, de acordo com a sua profundidade. A de primeiro grau é a menos perigosa e atinge apenas a primeira camada da pele. “É dolorosa, mas regride em poucos dias. Um bem exemplo disso é a queimadura solar que deixa a pele avermelhada e ardida”, comenta o Dr. Alderson Luiz Pacheco, cirurgião plástico da Clínica Michelangelo, de Curitiba – PR. Já a queimadura de segundo grau é aquela um pouco mais profunda, que causa bolhas, e, consequentemente, mais dolorosa, porque nela há a exposição das raízes nervosas que foram atingidas. “Porém, a mais perigosa de todas é a queimadura de terceiro grau. Ela é tão profunda que atinge até os músculos e ossos. Os tecidos podem chegar a ficar negros e sem vida, causando a necrose. Nas bordas de uma queimadura de terceiro grau haverá queimaduras de primeiro e segundo grau” explica Pacheco.

O especialista, que adquiriu grande experiência na área como cirurgião plástico de queimados no Hospital Universitário Evangélico de Curitiba, comenta que o atendimento a uma pessoa queimada pode ser realizado na fase aguda ou na fase tardia. “Na fase aguda são realizados cuidados locais com medicamentos eficazes em penetrar nos tecidos e matar as bactérias em crescimento, minimizando o dano aos tecidos” explica. Segundo o médico, um dos grandes problemas que a queimadura traz para o paciente não é físico, e sim psicossocial. “É complicado, pois em alguns casos o paciente era saudável e, após alguns minutos, a queimadura tomou parte do seu corpo, tornando-o parcial ou completamente deformado, e isso é uma coisa difícil de ser assimilada por qualquer um” ressalta. E é para isso que existem as cirurgias plásticas reparadoras de queimaduras, que, segundo o especialista, envolvem muito mais do que questões estéticas, já que podem melhorar substancialmente a auto-estima e até salvar a vida do paciente. Apesar de a medicina ter evoluído muito e poder ajudar muito no processo de recuperação do paciente, Pacheco diz que a prevenção ainda é a melhor forma de combater as queimaduras.

“Existem algumas atitudes que podem e devem ser tomadas por todos para evitar acidentes que possam resultar em queimaduras”, explica. Algumas soluções práticas para o dia a dia oferecidas por Pacheco são: ao cozinhar, colocar o cabo da panela virado para o lado do fogão, a fim de que ninguém puxe ou se esbarre sem querer, fazendo-a cair; proteger os aparelhos quentes, como o ferro de passar roupa e o forno, e, se possível, deixá-los longe do alcance das crianças; tampar as tomadas e não deixar fios desencapados soltos; não fumar perto de substâncias inflamáveis, como em um posto de gasolina, por exemplo; ficar atento ao usar álcool e fósforo para acender churrasqueiras ou braseiros; verificar se não existem vazamentos de gás na casa; tomar cuidado em festas que tenham fogos de artifício; não abrir a tampa do radiador do carro com o motor ainda quente, já que o vapor e a água quente provocam queimaduras sérias; “e o mais simples, mas muitas vezes esquecido, principalmente pelas mulheres: sempre passar protetor solar”, conclui Pacheco.


Doutor Alderson Luiz Pacheco (CRM-Pr 15715)
Cirurgião Plástico

TODA Assessoria de Comunicação







Avaliação (Vote clicando) - 0 voto(s)
 (0.00)
12345678910

Deixar Comentário

[ 0 ] comentário(s)

Nenhum Comentário ou aguardando aprovação



 
.:: Mais Notícias sobre Saúde
15/10/2013
Cirurgia de catarata: como escolher a lente intraocular?
15/10/2013
O perigo das queimaduras: como prevenir e evitar 
03/06/2013
Rapidez no atendimento evita sequelas de AVC´s e infartos
08/03/2013
PBM inibe a automedicação e ajuda a reduzir os possíveis riscos à saúde
08/03/2013
Santa Casa BH contribui para redução da fila de transplantes em Minas Gerais
04/03/2013
Como evitar doenças no período de chuvas entre fevereiro e abril
04/03/2013
DICAS PARA UMA BOA DIGESTÃO
04/03/2013
O PODER DA ROMÃ CONTRA O MAL DE ALZHEIMER
04/03/2013
Acupuntura é eficaz no combate à insônia
   COLUNISTAS  
Marcos Morita
Economia
Rodrigo Oliveira
Economia
Carmen Lúcia
Carnet Social
Celinho Gaudereto
Esportes
Geraldo Santão
Crônicas de Santão
Luiz Flávio Gomes
Crônicas
Valéria Áureo
Crônicas
Naico
Naico na Sociedade
Redação
Editorial
   PUBLICIDADE  
 
 
 
 
   
   
® O Imparcial
Rua Quirico Marini, 55 - Rio Pomba - Minas Gerais
Telefone: 32-3571-1822 / E-mail: jornal.oimparcial@uol.com.br