PÁGINAS  
   ENQUETE  
Qual a sua preocupação com o meio ambiente?
Utiliza as lixeiras de coleta seletiva?
Tem o hábito de reciclar lixo diariamente?
Economiza energia?
Consome marcas ecologicamente corretas?


   TEMPO AGORA  
   PUBLICIDADE  
   ESTATISTICAS  
Total de Visitas: 5400391
 Online Agora: 24
Crônicas
Postada por:  Redação (Carmen Lúcia Marini Vieira Júlio),  em  27/08/2013 às 10h41
Compartilhar no Orkut Comentários ( 0 ) Comentar Link: Fonte
O mundo precisa de “Pai”
No segundo domingo de agosto experimentamos um misto de sentimentos que vivem dentro de nós e se reacenderão dentro e fora dos nossos lares. É o Dia dos Pais, para alguns festivo, para outros, constrangedor e até de dor. A data nos faz recordar o quanto somos humanos, por isso, marcados pelos atos de amor ou desamor, dedicação ou abandono, doação ou indiferença. Remete-nos ao passado como numa viagem cheia de voltas, paradas e continuação até o ponto final, o hoje.

27/08/2013 às 10h41

No segundo domingo de agosto experimentamos um misto de sentimentos que vivem dentro de nós e se reacenderão dentro e fora dos nossos lares. É o Dia dos Pais, para alguns festivo, para outros, constrangedor e até de dor. A data nos faz recordar o quanto somos humanos, por isso, marcados pelos atos de amor ou desamor, dedicação ou abandono, doação ou indiferença. Remete-nos ao passado como numa viagem cheia de voltas, paradas e continuação até o ponto final, o hoje.

São incontáveis e encantadoras as experiências de amor entre pais e filhos. Admiráveis os gestos de entrega e doação praticados por pais que assumiram a paternidade como uma missão recebida do seu criador, Deus.

Mas também não são raros os gestos de desamor, abandono e incompreensão de pais que não compreenderam a grandeza da paternidade. Muitos homens não estão preparados para ser pai ou não estão preparados para a vida. Por isso muitos filhos sentem-se órfãos de pais vivos.

Essa crise de paternidade é um dos grandes males que tem atormentado a humanidade há décadas e, sem dúvida, gera crise em todas as esferas da atividade humana. Acha-se que a nova família pode viver sem a figura masculina que, sociologicamente, representa a autoridade, a segurança física e a garantia de bem-estar.

É imperativo entender que o papel de um pai na família foi dado por Deus e, à medida que a sociedade se torna mais ateísta, o papel do pai é entendido como desnecessário. Estudos científicos diversos mostram as consequências disto e revelam a importância de um pai na família. Por exemplo: rapazes criados sem um pai são mais susceptíveis a ter problemas com as autoridades. Isto seja na América, na África ou na Europa. Nos EUA, o suicídio juvenil, que tem uma taxa mais elevada num lar sem um pai, triplicou desde 1960.

Em toda literatura infantil encontramos que desde a gestação o pai tem um papel fundamental no desenvolvimento do filho. Esta referência sempre estará presente, até a vida adulta, entretanto, nos anos iniciais, os valores discursados e praticados têm um peso significativo. O pai precisa dispor daquele tempinho para contar uma história e rolar no chão com a criança. É preciso exercitar tais atitudes para que, efetivamente, este momento seja rico.

Dias atrás, no Rio de Janeiro, o mundo ficou deslumbrado com os gestos do Papa - termo que quer dizer “pai”-, Francisco. Ele foi o pai que todos queríamos ter: atencioso, amoroso, dedicado, sensível aos mais fracos, dadivoso com todos. Não foi sem motivos que um garoto, na favela de Varginha, pediu para chamar-lhe de pai. Pai das periferias, dos pobres, dos esquecidos, dos desconhecidos. Um pai atento a tudo que seus filhos vivem.

Papa Francisco nos ajudou a enxergar que ser pai significa sentir-se capaz de arcar com a responsabilidade de formar outro homem. É ter vivido de tal modo sua própria vida, enriquecendo-a com tantas virtudes, que os filhos sintam o orgulho de tê-lo como exemplo de vida.

 *Ronaldo da Silva

*Ronaldo da Silva é missionário da Comunidade Canção Nova, jornalista e foi correspondente da Rádio e TV Canção Nova nos últimos dois Conclaves. Apresenta diariamente o programa Tarde Especial na Rede Canção Nova de Rádio.

 






Avaliação (Vote clicando) - 0 voto(s)
 (0.00)
12345678910

Deixar Comentário

[ 0 ] comentário(s)

Nenhum Comentário ou aguardando aprovação



 
.:: Mais Notícias sobre Crônicas
27/07/2020
A Fantasia na Hora do Sol
20/06/2020
Festas juninas - tradição interrompida e novas ideias para não passar em branco
16/06/2020
A crise também tem sua missão
12/06/2020
Qual a Cor da Vida?
09/06/2020
Mediocridade Cotidiana
23/05/2020
A Segunda Metade da Vida
19/05/2020
Crônica de várias mortes anunciadas
27/04/2020
O "Novo Normal"
24/04/2020
A Nova Ordem Laborativa Mundial
30/03/2020
Acordando no meio da noite
04/02/2020
A Fantasia na hora do Sol
24/01/2020
SÁBADO
08/10/2019
Envelhecimento: o tempo passa para todos
04/10/2019
AS ÁRVORES NÃO TEM ASAS
12/09/2019
11 de setembro atinge a maioridade: Qual o legado do atentado?
18/01/2019
H2O
14/05/2014
Quando me tornei mãe?
27/08/2013
A espionagem nos tempos de internet
27/08/2013
O Grande Desafio
27/08/2013
O mundo precisa de “Pai”
   PUBLICIDADE  
 
 
 
 
   
   
® O Imparcial
Rua Quirico Marini, 55 - Rio Pomba - Minas Gerais
Telefone: 32-3571-1822 / E-mail: jornal.oimparcial@uol.com.br