PÁGINAS  
   ENQUETE  
Qual a sua preocupação com o meio ambiente?
Utiliza as lixeiras de coleta seletiva?
Tem o hábito de reciclar lixo diariamente?
Economiza energia?
Consome marcas ecologicamente corretas?


   TEMPO AGORA  
   PUBLICIDADE  
   ESTATISTICAS  
Total de Visitas: 4023877
 Online Agora: 9
Nacionais
Postada por:  Redação,  em  22/07/2013 às 14h50
Compartilhar no Orkut Comentários ( 0 ) Comentar Link: Fonte
Que diferença faz uma pequena diferença?
Um boato criminoso que se espalhou no sábado (18) levou milhares de pessoas ao desespero. O Bolsa Família iria acabar. Com isso, dezenas de milhares de pessoas, em especial nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, correram às agências da Caixa Econômica Federal para sacar o benefício antes que este fosse cortado. Mesmo com os desmentidos, até a segunda-feira (20) ainda eram registrados enormes filas e alguns tumultos nas agências da CEF e em lotéricas. Uma beneficiária, que conseguiu sacar o dinheiro depois de horas na fila, afirmou: “...retiramos o dinheiro a tarde. Foi um alívio. Já até comprei comida e paguei uma compra de um caderno que tinha feito para meu filho que estava em aberto".

22/07/2013 às 14h50

Um boato criminoso que se espalhou no sábado (18) levou milhares de pessoas ao desespero. O Bolsa Família iria acabar. Com isso, dezenas de milhares de pessoas, em especial nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, correram às agências da Caixa Econômica Federal para sacar o benefício antes que este fosse cortado. Mesmo com os desmentidos, até a segunda-feira (20) ainda eram registrados enormes filas e alguns tumultos nas agências da CEF e em lotéricas. Uma beneficiária, que conseguiu sacar o dinheiro depois de horas na fila, afirmou: “...retiramos o dinheiro a tarde. Foi um alívio. Já até comprei comida e paguei uma compra de um caderno que tinha feito para meu filho que estava em aberto".

O desespero desta fala parece óbvio. O objeto também. Com o benefício comprou comida e pagou um caderno que havia pego fiado. Comida e caderno. Impossível não se sensibilizar. (Também difícil é deixar passar o medo das pessoas em dizer seus nomes. Temiam retaliação pelo poder público, que fossem excluídas do programa, “marcadas”. História, tradição e clientelismo. Sempre foram dependentes de ‘bondades’ e ‘favores’ dos poderes locais. Assim, desconfiam mesmo quando o programa é institucional, “independente” dos potentados locais.)

O Bolsa Família é o maior programa de transferência condicional de renda do mundo, estudado por dezenas de pesquisadores. Tem diversos benefícios diretos, como a diminuição da pobreza extrema, a obrigatoriedade da educação dos filhos (que antes iam trabalhar ainda na infância para ajudar em casa), acesso a bens de saúde e diminuição da mortalidade infantil, além de benefícios indiretos como, por exemplo o empoderamento feminino, que emancipa as mulheres do jugo dos maridos, e de fazer girar toda uma economia local, estimulando o comércio e o emprego e gerando receitas pras pequenas prefeituras.

Até o insuspeito FMI o chama de “modelo para o mundo”.

É um programa que custa pouquíssimo, traz uma série de benefícios, inclusive desenvolvendo a economia local, o que, no médio prazo, é uma das portas de saída do Bolsa Família (Aliás, 1,6 milhão de famílias já abriram mão do programa, cerca de 10% do total).

Quanto a ser um desistímulo ao trabalho, os dados novamente refutam esta hipótese: Mais de 70% dos beneficiários trabalham, mas ainda assim, em situação extrema, precisam do complemento de renda.

Quem não enxerga isso é porque não quer. A diferença que R$ 70, R$ 100 podem fazer na vida de algumas pessoas é enorme. É a de não comprar comida, ou um simples caderno pro filho poder estudar

.*Walter Hupsel

*Blog “On The Rocks”






Avaliação (Vote clicando) - 0 voto(s)
 (0.00)
12345678910

Deixar Comentário

[ 0 ] comentário(s)

Nenhum Comentário ou aguardando aprovação



 
.:: Mais Notícias sobre Nacionais
21/02/2019
Prefeitura Municipal de Rio Pomba - Concorrência nº 01/2019
18/01/2019
Maioria das rodovias brasileiras são inseguras e apresentam mau estado de conser...
29/12/2014
Igreja Católica no Brasil ganha mais um santuário
26/11/2013
Dia da Árvore: Um futuro mais verde para o Brasil
22/11/2013
Doações atenderam mais de 330 mil famílias no primeiro semestre
22/11/2013
IDHM seria melhor com avanço  da política de resíduos sólidos
18/10/2013
Energia elétrica sem desperdício
18/10/2013
Uma catadora em Paris: Coleta Solidária vira exemplo mundial
18/10/2013
DIGNIDADE MÉDICA
17/10/2013
TRANSPLANTES Ministério da Saúde lança campanha nacional para estimular doação ...
17/10/2013
O que uma criança tem a ensinar a um empreendedor?
17/10/2013
Como proteger o Brasil das espionagens americanas?
17/10/2013
Para Margarida, Brasil está no caminho certo no combate à violência contra mulhe...
15/10/2013
Arte pelo planeta
15/10/2013
CPMI da Violência contra Mulher é avanço para a sociedade brasileira, diz deputa...
15/10/2013
O Brasil muda de fisionomia  
15/10/2013
Assine + Saúde tem primeira vitória no Congresso Assessoria da Imprensa da ALMG
15/10/2013
Médicos Cubanos: Relação entre Conselho Federal de Medicina e Ministério da Saúd...
27/08/2013
Perfil dos presos no Brasil em 2012
25/07/2013
Não Estamos Entendendo Nada: Este é o Problema!
   COLUNISTAS  
Luiz Flávio Gomes
Crônicas
Carmen Lúcia
Carnet Social
Redação
Editorial
Valéria Áureo
Crônicas
Geraldo Santão
Crônicas de Santão
Naico
Naico na Sociedade
Celinho Gaudereto
Esportes
Antônio Carlos
Conversa ao Pé do Fogo
   PUBLICIDADE  
 
 
 
 
   
   
® O Imparcial
Rua Quirico Marini, 55 - Rio Pomba - Minas Gerais
Telefone: 32-3571-1822 / E-mail: jornal.oimparcial@uol.com.br