PÁGINAS  
   ENQUETE  
Qual a sua preocupação com o meio ambiente?
Utiliza as lixeiras de coleta seletiva?
Tem o hábito de reciclar lixo diariamente?
Economiza energia?
Consome marcas ecologicamente corretas?


   TEMPO AGORA  
   PUBLICIDADE  
   ESTATISTICAS  
Total de Visitas: 4521350
 Online Agora: 5
Rio Pomba
Postada por:  Redação (Carmen Lúcia Marini Vieira Júlio),  em  03/07/2013 às 08h51
Compartilhar no Orkut Comentários ( 0 ) Comentar Link: Fonte
PROJETO PESQUISA
Professores de Uberlândia visitam Museu Histórico e O IMPARCIAL
Em recente visita ao Museu Histórico de Rio Pomba, na segunda quinzena de abril p. p, estiveram também em nossa Redação, acompanhados do coordenador daquela instituição prof. Assuero de Paula, com a finalidade de estudo e pesquisa para conclusão de seu projeto, os dignos professores doutorandos: Wenceslau Gonçalves Neto (coordenador), historiador, doutor em História pela FFLCH/USP; Geraldo Inácio Filho, historiador, doutor em Educação pela UNICAMP; e Carlos Henrique de Carvalho, historiador, doutor em História pela Universidade de São Paulo (esses da Universidade Federal de Uberlândia); e Eloy Alves Filho, filósofo, doutor em História pela Universidade de São Paulo (Universidade Federal de Viçosa).

03/07/2013 às 08h51

Em recente visita ao Museu Histórico de Rio Pomba, na segunda quinzena de abril p. p, estiveram também em nossa Redação, acompanhados do coordenador daquela instituição prof. Assuero de Paula, com a finalidade de estudo e pesquisa para conclusão de seu projeto, os dignos professores : Wenceslau Gonçalves Neto (coordenador), historiador, doutor em História pela FFLCH/USP; Geraldo Inácio Filho, historiador, doutor em Educação pela UNICAMP; e Carlos Henrique de Carvalho, historiador, doutor em História pela Universidade de São Paulo (esses da Universidade Federal de Uberlândia); e Eloy Alves Filho, filósofo, doutor em História pela Universidade de São Paulo (Universidade Federal de Viçosa).

            Bolsistas pela CNPq – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico Tecnológico e pela FAPEMIG – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais, os historiadores estão desenvolvendo o projeto “Descentralização do Ensino e Ação Municipal na Educação Brasileira: Análise de Alguns Municípios de Minas Gerais no Início da República (1889-1906)”, através do plano de educação encontrado no município de Uberlândia, tomando Uberabinha como referência. Em resumo: “O levantamento de dados caracterizou-o como município pedagógico, entendido como uma entidade político-administrativa possibilitada no final do séc. XIX pela presença de uma legislação descentralizadora da gestão do ensino e a extensão da responsabilidade para com a instrução primária aos seus limites, levando à regulamentação local dessa obrigação. No âmbito da crença no poder regenerador da educação e da difusão dos sistemas escolares, as elites locais fazem uso desse processo para a definição de uma entidade municipal e para a defesa de objetivos particulares”. Eis a definição dos historiadores: “Essa concepção motivou-nos a avançar o estudo da formação do sistema de instrução pública no Brasil para além da análise estadual. Pensando num projeto de história da educação comparada, buscamos compreender o fenômeno da formação do município pedagógico em outras cidades do estado de Minas Gerias, expandindo o levantamento em Ouro Preto, Juiz de Fora, Araguari, Uberaba, Mariana, Paracatu, Montes Claros, Diamantina e Sacramento, onde encontramos importantes documentos que retratam os esforços pela instrução pública no contexto municipal. O limite temporal estabelecido foi, por um lado, 1889, com o início da República, e por outro, o ano de 1906, marcado pela reforma João Pinheiro, que institui o sistema de grupos escolares no estado, abrindo caminho para uma nova fase na educação mineira, propondo-se assim uma nova ampliação do universo de estudo, incluindo mais cinco cidades mineiras, Araxá, Patos de Minas, Serro, RIO POMBA e Teófilo Otoni”.

Para nossa satisfação, nosso município está incluído no projeto, representado pela profa. Dra. Rosana Vidigal Santiago Capello, pedagoga, doutora em Educação pela Universidade de Lisboa–Portugal (IF Sudeste de Minas Gerais/Campus Rio Pomba).

Nossos aplausos aos historiadores, com votos de sucesso e ampla difusão de sua importante pesquisa.

            






Avaliação (Vote clicando) - 0 voto(s)
 (0.00)
12345678910

Deixar Comentário

[ 0 ] comentário(s)

Nenhum Comentário ou aguardando aprovação



 
.:: Mais Notícias sobre Rio Pomba
04/12/2019
Natal da APAE
04/12/2019
Sarau de Natal
03/12/2019
Secretaria de Obras realiza trabalho preventivo voltado para a chegada das chuva...
03/12/2019
XXXIII Chá da APAE partilhando amor
29/11/2019
NATAL NO LAR LYGIA CUNHA
27/11/2019
Campanha de Vacinação contra o Sarampo
26/11/2019
Investimentos Públicos para o Esporte e Lazer
22/11/2019
Convênio com o IBGE possibilitará a realização do Censo Demográfico 2020 no muni...
13/11/2019
Sarau Literário reúne jovens talentos
11/11/2019
Obras de ampliação e construção de novos espaços na Capela Mortuária
11/11/2019
Agradecimento
29/10/2019
Cultura como importante fator de transformação social
25/10/2019
EDITAL DE NOTIFICAÇÃO
23/10/2019
Eleição do Conselho Tutelar 2019
23/10/2019
Proteção Animal em Rio Pomba
23/10/2019
Eleição do Conselho Tutelar 2019
18/10/2019
Campanha de Vacinação contra o Sarampo
18/10/2019
Rio Pomba festeja o Dia das Crianças
18/10/2019
Margarida Salomão é autora de emenda de R$ 300 milhões para pagamento de bolsas ...
18/10/2019
Conferência Regional de Assistência Social
   PUBLICIDADE  
 
 
 
 
   
   
® O Imparcial
Rua Quirico Marini, 55 - Rio Pomba - Minas Gerais
Telefone: 32-3571-1822 / E-mail: jornal.oimparcial@uol.com.br