PÁGINAS  
   ENQUETE  
Qual a sua preocupação com o meio ambiente?
Utiliza as lixeiras de coleta seletiva?
Tem o hábito de reciclar lixo diariamente?
Economiza energia?
Consome marcas ecologicamente corretas?


   TEMPO AGORA  
   PUBLICIDADE  
   ESTATISTICAS  
Total de Visitas: 3368990
 Online Agora: 51
Luiz Flávio Gomes
Postada por:  Luiz Flávio Gomes,  em  08/03/2013 às 10h58
Compartilhar no Orkut Comentários ( 0 ) Comentar Link: Fonte
Mortes no trânsito: Europa diminui 5% ao ano, Brasil cresce 4%
A taxa brasileira de mortes por 100 mil veículos é 4,9 vezes maior que a europeia! E o trânsito brasileiro mata 24% mais pessoas em número absoluto que a União Europeia, mesmo possuindo uma frota 4 vezes menor

08/03/2013 às 10h58

Luiz Flávio Gomes, jurista e diretor-presidente do Instituto Avante Brasil. professorlfg.com.br*

A taxa brasileira de mortes por 100 mil veículos é 4,9 vezes maior que a europeia!  E o trânsito brasileiro mata 24% mais pessoas em número absoluto que a União Europeia, mesmo possuindo uma frota 4 vezes menor

            E enquanto a mortandade no trânsito no Brasil só cresce, atingindo uma taxa média anual de crescimento no número de mortes de 4,06% ao ano na última década (2001/2010), na União Europeia ela só diminui, chegando a uma taxa média de diminuição de 5% entre 2000 e 2009.

            Há duas décadas a União Europeia estabeleceu uma Política Pública voltada exclusivamente para a Segurança Viária, com o intuito de reduzir drasticamente seu número de mortes da década de 90 (75.400) em 50% e conseguiu! (em 2009 o número de mortes de toda a União Europeia chegou a 32.787) Veja:

Se o ritmo de crescimento de mortes no trânsito brasileiro se mantiver estável nos próximos 50 anos (ou seja, continuar crescendo 4,06% ao ano), podemos projetar que o total de vítimas fatais saltará para 313.708 no ano de 2060, totalizando um aumento de 982% em relação ao ano 2000. Já se o ritmo de redução de mortes no trânsito europeu se mantiver estável nos próximos 50 anos (ou seja, continuar caindo 5% ao ano), podemos projetar que o total de vítimas fatais cairá para aproximadamente 2.500 por ano em 2060, totalizando uma redução de 95% em relação a 2000 (Acompanhe os cálculos dessa projeção em nosso Delitômetro). 

Tanta discrepância serve para demonstrar como políticas de prevenção, maiores investimentos em segurança e educação no trânsito bem como em campanhas de conscientização trouxeram resultados fantásticos na União Europeia (todo um continente), enquanto nossa velha e arcaica maneira de lidar com esse grave problema (novas leis e mais sanções penais e administrativas) só tem contribuído para piorar o cenário de morticínio no trânsito brasileiro. É chegada a hora, portanto, de deixarmos para trás velhas práticas e passarmos a investir com seriedade na fórmula EEFPP (educação, engenharia, fiscalização, prevenção e punição adequada).

*Colaborou: Mariana Cury Bunduky – Advogada, pós graduanda em Direito Penal e Processual Penal e Pesquisadora

 






Avaliação (Vote clicando) - 0 voto(s)
 (0.00)
12345678910

Deixar Comentário

[ 0 ] comentário(s)

Nenhum Comentário ou aguardando aprovação



 
.:: Mais Notícias sobre Luiz Flávio Gomes
04/10/2014
Licença para roubar: eleitores e "supereleitores"
17/10/2013
Vivemos hoje uma reversão de expectativas?
17/10/2013
Mediação: S.O.S. aos aflitos com os conflitos
17/10/2013
Minirreforma eleitoral e novos protestos
27/08/2013
10 razões para apoiar o retorno dos protestos massivos
22/07/2013
Segurança no Brasil gasta 200 bilhões
03/07/2013
Medo da inflação, da infração e da infusão
28/05/2013
O Brasil é uma tragédia anunciada
08/03/2013
Pisando no freio (como reduzir as mortes no trânsito imediatamente?)
08/03/2013
Mortes no trânsito: Europa diminui 5% ao ano, Brasil cresce 4%
   COLUNISTAS  
Geraldo Santão
Crônicas de Santão
Naico
Naico na Sociedade
Celinho Gaudereto
Esportes
Luiz Flávio Gomes
Crônicas
Valéria Áureo
Crônicas
Carmen Lúcia
Carnet Social
Redação
Editorial
Rodrigo Oliveira
Economia
Marcos Morita
Economia
   PUBLICIDADE  
 
 
 
 
   
   
® O Imparcial
Rua Quirico Marini, 55 - Rio Pomba - Minas Gerais
Telefone: 32-3571-1822 / E-mail: jornal.oimparcial@uol.com.br